Morre Pelé aos 82 anos; acompanhe a repercussão da morte do Rei do Futebol

Pelé, o Rei do futebol, que faleceu em São Paulo, enfrentava um câncer no intestino desde 2021, quando passou por cirurgia e teve metástases no intestino, pulmão e no fígado. Ele já não respondia mais ao tratamento quimioterápico que fazia desde setembro do ano passado. Desde o dia 29 de novembro, ele estava internado no Hospital Albert Einstein com cuidados paliativos e quimioterapia suspensa. No boletim médico divulgado pelo hospital no dia 2 de dezembro, Pelé havia contraído uma infecção respiratória e tomava antibióticos. Durante toda a última internação, o hospital não divulgou nenhuma informação sobre o tratamento para o câncer. Apenas no dia 21 de dezembro, informou sobre "a progressão da doença oncológica" e "maiores cuidados relacionados às disfunções renal e cardíaca".

Em 29 de novembro, Pelé chegou ao hospital com um quadro de anasarca (inchaço generalizado), uma síndrome edemigêmica (edema generalizado) e uma insuficiência cardíaca descompensada. Estava também com confusão mental. O hospital não confirmou este diagnóstico. Nos boletins divulgados desde então, dizia que Pelé não estava em unidade de terapia intensiva nem semi-intensiva.

No dia 2 de dezembro, o hospital, por meio de boletim médico, revelou que ele estava em tratamento com antibióticos para uma infecção respiratória. Torcedores do Santos, clube que Pelé jogou praticamente a vida esportiva inteira, fizeram vigília na porta do hospital quando souberam da internação do Rei.

Após a morte do Rei do Futebol, clubes de futebol manifestaram o seu pesar e sentimentos a família de um ex jogador que marcou diferentes gerações como a do craque Neymar que também declarou seus sentimentos.

Emocionado, Neymar lamenta morte do Pelé

O atacante Neymar, jogador do Paris Saint-Germain e camisa 10 da seleção brasileira, prestou sua homenagem ao Rei do futebol, que nos deixou nesta quinta-feira. O ex-jogador de 82 anos faleceu em decorrência da falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon associado à sua condição clínica prévia, segundo o boletim médico do hospital Albert Eintein.

"Antes de Pelé, "10" era apenas um número.

Li essa frase em algum lugar, em algum momento da minha vida.

Mas essa frase, linda, está incompleta.

Eu diria que antes de Pelé, o futebol era apenas um esporte.

Pelé mudou tudo.

Transformou o futebol em arte, em entretenimento.

Deu voz aos pobres, aos negros e principalmente:

Deu visibilidade ao Brasil.

O futebol e o Brasil elevaram seu status graças ao Rei!

Ele se foi, mas a sua magia permanecerá.

Pelé é ETERNO!!"

Clubes cariocas

Com a morte de Pelé, todos os clubes do Mundo estão prestando homenagens ao Rei do futebol. Com isso, os quatro principais times do Rio de Janeiro — Vasco, Flamengo, Fluminense e Botafogo — lamentaram o ocorrido.

Ronaldo Fenômeno

Ex-atacante e sócio majoritário da SAF do Cruzeiro, Ronaldo Fenômeno prestou homenagem ao Rei do futebol, que faleceu nesta quinta-feira. Pelé morreu decorrência da falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon, segundo o boletim médico do hospital Albert Eintein.

"Único. Genial. Técnico. Criativo. Perfeito. Inigualável. Aonde Pelé chegou, ficou. Sem nunca ter saído do topo, ele nos deixa hoje. O rei do futebol - um só. O maior de todos os tempos.

O mundo de luto. A tristeza da despedida misturada ao orgulho imenso da história escrita.

Que privilégio vir depois de você, meu amigo. Seu talento é uma escola pela qual todo jogador deveria passar. Seu legado transcende gerações. E é assim que seguirá vivo. Hoje e sempre, celebraremos você.

Obrigado, Pelé. Descanse em paz."

Messi

Campeão e melhor jogador da última Copa do Mundo, torneio em que Pelé é o maior vencedor, com três títulos, o argentino Lionel Messi publicou uma foto com o Rei do futebol em sua rede social e uma mensagem de luto ao ex-jogador.

— Descanse em paz — escreveu o craque.

Ao todo, o Rei disputou quatro Copas do Mundo (1958, 1962, 1966 e 1970) e marcou 12 gols.

Galvão Bueno

Narrador da Globo, Galvão Bueno lamentou a morte do Rei Pelé. Eles estiveram juntos na narração da final da Copa do Mundo de 1994, o título que deu o tetracampeonato mundial ao Brasil.

Emmanuel Macron

A morte de Pelé também repercutiu internacionalmente entre chefes de Estado. Um dos primeiros a se manifestar foi o presidente Francês Emanuel Macron. Ele postou uma foto do atleta em seu Twitter com uma mensagem exaltando o ídolo.

Mbappé

O atacante francês Kylian Mbappé, jogador do Paris Saint-Germain, lamentou a morte de Pelé. O ex-jogador de 82 anos faleceu nesta quinta-feira em decorrência da falência de múltiplos órgãos, resultado da progressão do câncer de cólon associado à sua condição clínica prévia, segundo o boletim médico do hospital Albert Eintein.