Morre policial israelense ferido em operação militar perto de Jenin, na Cisjordânia

Jenin (AFP/STAFF) (STAFF)

Um policial israelense ferido nesta sexta-feira (13) em uma operação do exército perto da cidade palestina de Jenin, no norte da Cisjordânia ocupada, morreu em consequência de suas feridas, informou o serviço do primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett.

"Hoje (sexta-feira), perdemos um verdadeiro herói, um valente combatente (...) que se colocou em perigo pela segurança de Israel", em uma operação perto de Jenin, frequente cenário de confrontos, como o da morte de uma jornalista palestina na quarta-feira, segundo um comunicado do primeiro-ministro.

Noam Raz tinha 47 anos e vivia em uma colônia israelense ao sul de Nablus, na Cisjordânia, território palestino ocupado por Israel desde 1967, informou a polícia israelense.

Era membro da unidade especial Yamam, um comando da polícia.

De acordo com o exército israelense, Noam se feriu durante confronto com homens armados numa operação conjunta de várias unidades em Burqin, a poucos quilômetros de Jenin.

"Homens armados lançaram objetos explosivos e dispararam contra as forças (israelenses) que responderam abrindo fogo", indicou o exército em um comunicado.

Seu grupo tentava "deter indivíduos suspeitos de estarem implicados em atividades terroristas", informou exército.

alv-cgo/feb/meb/es/gf

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos