Morre Raymundo Magliano Filho, responsável por 'boom' na bolsa de São Paulo

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Raymundo Magliano Filho. (Foto: Paulo Fridman/Corbis via Getty Images)
Raymundo Magliano Filho. (Foto: Paulo Fridman/Corbis via Getty Images)

Morreu nesta segunda-feira (11) o ex-presidente da bolsa de valores de São Paulo (Bovespa), Raymundo Magliano Filho. Ele foi presidente da instituição entre 2001 e 2007, antes de sua fusão com a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros), que daria origem à atual B3.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

As informações são da revista Exame. Magliano Filho ficou conhecido por uma campanha de popularização da bolsa durante a sua gestão.

Leia também:

Ele criou o programa “Bovespa Vai Até Você”, que levava equipes da bolsa para cidades brasileiras com o objetivo de propagar conteúdos de educação financeira. A ideia era estimular também a entrada de pequenos investidores, segundo reportagem do Valor.

“Tinha gente que me achava maluco”, revelou Magliano Filho em entrevista ao jornal, em janeiro do ano passado.

A estratégia deu certo: durante sua gestão de cinco anos, o número de investidores na bolsa saltou 435%, de 85,2 mil para 456,5 mil.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube