Morreu padre condenado por abuso de crianças surdas

O padre italiano Nicola Corradi, condenado em 2019 pela Justiça argentina a 42 anos de prisão por abuso sexual e estupro de crianças com deficiência auditiva em um internato, morreu aos 84 anos em Mendoza.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos