Mortalidade por Covid caiu 46% em SP com avanço da vacinação, diz Doria

·2 minuto de leitura
Mortalidade por Covid caiu 46% em SP com avanço da vacinação, diz Doria
**ARQUIVO**GUARULHOS, SP, 30.12.2020 - O governador de São Paulo, João Doria, acompanha a chegada da sexta remessa da vacina Coronavac no aeroporto de Guarulhos, na Grande São Paulo. (Foto: Zanone Fraissat/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O governador João Doria (PSDB) afirmou que a mortalidade por Covid-19 caiu 46% em São Paulo após o avanço da vacinação no estado.

Em março, no auge da pandemia no estado, 35% das pessoas, que eram internadas pela doença, morreram. Em junho, a proporção de internados que morreu caiu para 18%.

"A queda de mortalidade, que é de 46%, é resultado dos altos índices de cobertura vacinal. Por isso, defendemos, vacinar é a melhor forma de preservar vidas", disse o governador em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira (14).

Além da queda na mortalidade, também houve redução de 44% nas internações no estado. Segundo Jean Gorinchteyn, secretário estadual de Saúde, há diminuição de internados tanto em leitos de UTI como nas enfermarias.

Nesta quarta, 64,9% dos leitos de UTI do estado estão ocupados. Na Grande São Paulo, o índice é de 60,2%.

A média móvel de novos casos em São Paulo caiu 10,7% nos últimos sete dias e é a quarta semana consecutiva em queda. O número de internações também teve redução de 14%, a quinta semana seguida de diminuição.

O número de óbitos no estado caiu 26,1%, a quarta semana consecutiva de queda.

"Esses dados positivos de queda consecutiva são reflexo do avanço da vacinação no estado", disse o secretário.

Atualmente, 62% da população adulta de São Paulo já recebeu ao menos uma dose da vacina. Segundo Doria, nesta quinta (15), o estado deve chegar à aplicação de 30 milhões de doses.

Os dados do vacinômetro paulista mostram que 16,4% da população adulta já está com o esquema vacinal completo, ou seja, com a aplicação das duas doses.

O governo estadual também anunciou a entrega de mais um lote de 1 milhão de doses de Coronavac nesta semana para o Ministério da Saúde. O Instituto Butantan diz que irá antecipar em um mês a entrega completa das 100 milhões de doses para distribuição pelo Plano Nacional de Imunização.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos