Morte de Fernanda Young choca artistas: "Não estou acreditando"

Artistas lamentam a morte de Fernanda Young (Foto: Reprodução/Instagram@fernandayoung)

* A morte precoce de Fernanda Young aos 49 anos deixou todos em choque neste domingo (25). A atriz e roteirista morreu após uma crise de asma seguida de parada cardíaca após passar mal em Gonçalves (MG), no sítio da família.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Segue a gente!

Diversos artistas lamentaram a morte da colega que entraria em cartaz no dia 12 de setembro com a peça “Ainda Nada de Novo”, em que contracenava com Fernanda Nobre.

Leia também:

No velório em São Paulo, a atriz Marisa Orth, que atuou em programas escritos por Fernanda, como “A Comédia da Vida Privada”, “Os Normais” e “Os Aspones” e foi sua colega no programa “Saia Justa”, do GNT, lembrou de momentos recentes com a amiga.

Marisa Orth se despede de Fernanda Young (Foto: Leo Franco/Agnews)

“A gente era próxima e deu muita risada no lançamento do último livro da Rita Lee. Era uma mulher maravilhosa, ela é irrepetível. Dá pra aprender com pedaços dela. Era supertrabalhadora, criativa e das pessoas mais corajosas que já conheci: pensava falava e agia igual. Ela amava muito a vida, era alegre, se montava como ninguém. Fazia 450 trabalhos e ainda assim conseguia ser aquela figura deliciosa que sempre foi. Autora não morre, os textos dela estão todos aí. É uma mulher que deve ser louvada”, disse.

Fernanda Young, Rita Lee, Marisa Orth e Monica Waldvogel no "Saia Justa", do GNT. Foto: divulgação

A apresentadora Astrid Fontenelle também compareceu ao cemitério para o último adeus à escritora. “Tive que ver pra acreditar que isso infelizmente aconteceu. Ela deixa uma inquietude que a gente não pode perder, se acomodar. Uma das coisas mais famosas que ela criou foram Rui e Vani [protagonistas da série ‘Os Normais’], que a gente morria de rir com eles, mas tinha tanta coisa ali sobre o dia a dia de casamento, dentro daquele sarcasmo, que era muito boa, tinha aprendizado. Ela vai deixar uma saudade eterna. Agora é dor, porque sobretudo era muito jovem”, disse.

Astrid Fontennelle e a atriz Fernanda Nobre se despedem de Fernanda Young (Foto: Amauri Nehn/Brazil News)

A jornalista e consultora de moda Lilian Pacce destacou algumas das características mais marcantes da amiga, que conhecia há mais de 20 anos: “o horror que ela tinha pela mediocridade e o senso de justiça que ela tinha na vida”. As duas se encontraram pela última vez na quinta-feira passada.

“A gente fazia academia juntas e se divertia muito, sempre uma brincando com a outra. Ela estava animadíssima com a peça e outros projetos. Tinha saído aquela foto dela, comentei como ela estava bem e ela disse: ‘Resolvi me aceitar, estou me sentindo muito bem’. Disse que o Duda Molinos, um grande amigo que ela perdeu recentemente, no finalzinho tinha ensinado isso”, lembrou.

Emocionada, a cantora Marina Lima ainda estava em choque com a perda. “Foi uma coisa inesperada. Era um gênio, uma estrela, um cometa que passou por aqui. A gente tem que eternizar o que ela fez de maravilhoso, era à frente do tempo. Agora, é a ficha cair. Eu enterrei Cazuza, o Renato [Russo], agora a Fernanda. Foi uma coisa totalmente preoce, no auge. Agora a gente tem que lidar. Forever Young”, declarou.

Fernanda Torres e Luiz Fernando Guimarães em cena de "Os Normais". Foto: divulgação

Na Casa TPM, a atriz Claudia Ohana fez questão de homenagear a colega. "É impossível estar aqui hoje em uma casa que fala sobre mulher e não falar dela. A gente perdeu uma mulher muito forte, inteligente e controversa. Eu queria pedir uma salva de palmas pra Fernanda Young".

Em depoimento à GloboNews, o ator Luiz Fernando Guimarães, que atuou em um dos maiores sucessos de Fernanda na TV, a série “Os Normais”, lembrou a importância da autora em sua carreira e ressaltou seu talento e a amizade entre eles. “Era uma pessoa maravilhosa. É uma perda muito grande pro mundo artístico. Tentei falar com o Alexandre [Machado, marido dela], tinha crianças lindas, uma família maravilhosa, era uma pessoa adorável. A gente não esperava nunca, que ela siga feliz e positivamente. Vamos sentir muita falta”, afirmou.

O ator Tony Ramos se disse um privilegiado por ter interpretado um texto de Fernanda e de seu marido, Alexandre Machado, na série “Vade Retro”, exibida na TV Globo. “Só quero entender esse susto que todos nós estamos tendo. Perdemos uma escritora primorosa, uma pessoa adorável, era uma convivência ótima nos bastidores. Peço orações para os filhos, para o Alexandre. Perdemos uma grande criadora e uma grande figura”, afirmou, em depoimento à GloboNews.

Já a atriz Drica Moraes destacou o protagonismo feminino na obra de Fernanda. “Ela tem uma assinatura única, em tudo que fez. Ela estava, muito lá atrás, fazendo isso, dando poder para a mulher. Tinha irreverência, ironia, uma inteligência afiadíssima”, analisou ela, também em entrevista para o canal de TV paga.

Nas redes sociais, a notícia da morte também gerou comoção entre os artistas. Na última foto de Fernanda publicada no Instagram, o padre Fabio de Melo deixou uma mensagem: “Vou sentir muita falta das nossas longas conversas. E o encontro em Gonçalves, o almoço, a roda de música, ficarão na espera, na longa espera...Vai com Deus, minha amiga. Dê um beijo Nele por mim”. Depois, o religioso publicou uma homenagem em seu perfil.

Estrela da série “Shippados”, escrita por Fernanda e exibida no Globoplay, a atriz e apresentadora Tatá Werneck publicou um longo texto homenageando a autora.

Protagonista de “Os Normais”, a atriz Fernanda Torres ressaltou a “anarquia” de Fernanda.

A atriz Mel Lisboa reagiu como boa parte dos amigos, com surpresa. “Completamente em choque. Porra! Não estou acreditando. Para, 2019, está difícil demais. Descanse em paz, Fernanda”, escreveu.

Zezé Mota citou o fato da vida ser tão passageira ao falar da morte da amiga. “A vida é tão irônica que há 15 horas, Fernanda postou em seu Instagram (Onde queres descanso sou desejo’). Descanse em paz bruta flor Fernanda. Meu Deus”.

O autor de “A Dona do Pedaço”, Walcyr Carrasco, homenageou o talento, o humor e a versatilidade de Fernanda Young.

O humorista Hélio de la Peña lamentou a perda para o país com a morte da escritora.

Dizendo-se fã, além de amigo, o escritor Marcelo Rubens Paiva elogiou características da personalidade da criadora.

A atriz Bruna Lombardi lembrou com carinho da relação entre elas e elogiou sua capacidade de observar a vida e de levar seu olhar singular para a escrita.

A ex-deputada federal Manuela D’Ávila contou como reagiu à notícia e compartilhou sua admiração por Fernanda.

A atriz Paloma Duarte prestou sua homenagem à escritora usando uma frase contra a mediocridade.

O ex-deputado federal Jean Wyllys também lamentou a morte e elogiou a postura desafiadora da escritora.

A humorista Dadá Coelho lamentou a brevidade da vida.

A apresentadora Sarah Oliveira preferiu agradecer pelas obras e pela personalidade de Fernanda.

O ator e marido da apresentadora Sabrina Sato lembrou da inteligência da amiga.

*Colaborou Leandro Lima