Morte de dois homens na Zona Oeste pode estar relacionada

A morte de dois amigos na noite desta sexta-feira em bairros da Zona Oeste do Rio é investigada pela Delegacia de Homicídios da Capital (DHC). Uma das linhas de investigação é se o caso é um latrocínio. A pericia dos casos já foi realizada.

'Vivi para contar': ‘Deve ter sido coisa de uns cinco minutos. Os piores da minha vida’, diz grávida que lutou com pitbull para salvar a filha

Sedação em excesso, capote como capa e suspeita de abuso: veja o que testemunhas falaram sobre anestesista preso por estupro

Um dos homens, Thiago Sacramento Távora, de 35 anos, morreu após a abordagem de criminosos em Jardim Sulacap. De acordo com testemunhas, os bandidos atiraram no homem na Rua Carlos Pontes.

A Polícia Militar informou que Thiago, que estava em uma moto, já estava morto quando agentes do 14º BPM (Bangu) chegaram ao local. Os criminosos fugiram sem levar nada, e a moto, da marca BMW, também estava no local. Junto ao corpo foi encontrado o celular da vítima.

A outra investigação é sobre a morte de Darlan Wellington da Silva Marques na Rua Gazela, em Realengo, que também foi encontrado por oficiais do 14º BPM (Bangu). Darlan seria um amigo próximo de Thiago.

Proibido de deixar o Brasil: Médico francês acusado de injúria racial vira réu e Justiça rejeita pedidos da defesa

Darlan também morreu com um tiro em uma área próxima da de onde Thiago foi atingido. Segundo familiares, Darlan foi morto por quatro homens que desceram de um carro e atiraram contra ele. Darlan foi descrito como um homem calmo e sem desavenças com outras pessoas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos