Morte de Jô Soares completa três meses; relembre outras personalidades que morreram em 2022

A morte do apresentador Jô Soares completa três meses neste sábado. O ator, escritor e diretor estava internado no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, para tratar uma pneumonia, mas não resistiu e acabou por falecer, aos 84 anos. O ano de 2022 ainda não acabou, mas está marcado pela perda de personalidades importantes em áreas como dramaturgia, literatura, música, política e comunicação. Além de Jô, relembre outros nomes que deram adeus neste ano:

Marília Mendonça: músicos da cidade onde aconteceu acidente de Marília Mendonça fazem tributo

Marília Mendonça: Um ano após acidente, empresa de avião não concluiu laudo sobre motor

Paulo Jobim

O músico e maestro Paulo Jobim, filho do compositor Tom Jobim, morreu nesta sexta-feira (4). Há pelo menos 10 anos, ele lutava contra um câncer de bexiga e não resistiu à doença. A informação foi confirmada pela assessoria do artista. Velório e sepultamento devem ser realizados na terça-feira, já que o filho de Paulo, o pianista Daniel Jobim, estava Portugal.

Elza Soares

Considerada uma das maiores cantoras da história da música brasileira, Elza Soares morreu aos 91 anos, no dia 20 de janeiro por causas naturais.

Rainha Elizabeth II

No dia 8 de setembro, o mundo recebia a notícia da morte da rainha Elizabeth II, aos 96 anos, de causas naturais. O funeral da monarca aconteceu 11 dias depois de sua morte, em uma longa cerimônia televisionada assistida por cerca de 28 milhões de espectadores.

Susana Naspolini

A jornalista Susana Naspolini, de 49 anos, morreu no último dia 25. Ela lutava há dois anos contra um câncer na bacia, que já havia feito metástase, e estava em tratamento contra a doença. Ela estava internada no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

Claudia Jimenez

A atriz e humorista Claudia Jimenez, de 63 anos, morreu no mês de agosto de insuficiência cardíaca. A artista já havia passado por três cirurgias no coração e por tratamento de radioterapia para combater um câncer no tórax. Famosa por seus papéis cômicos na TV, como Dona Cacilda da "Escolinha do Professor Raimundo" e Edileuza de "Sai de Baixo", ela estava internada no Hospital Samaritano, em Botafogo.

Olavo de Carvalho

O escritor bolsonarista Olavo de Carvalho morreu, aos 74 anos, na noite de 24 de janeiro. A notícia da morte foi comunicada pela família nas redes sociais do autor. Segundo a postagem no Twitter, o guru da família Bolsonaro estava hospitalizado na região de Richmond, no estado da Virgínia (EUA).

Robbie Coltrane

Em outubro, foi divulgado a morte de Anthony Robert McMillan, conhecido pelo nome artístico Robbie Coltrane, aos 72 anos. O ator escocês responsável por dar vida ao personagem Rúbeo Hagrid dos filmes da franquia "Harry Potter", Robbie também fez parte do elenco dos filmes de James Bond. O ator e diretor enfrentou problemas de saúde nos últimos dois anos, e morreu em um hospital da cidade de Larbert, na Escócia.

Jerry Lee Lewis

Em 28 de outubro, aos 87 anos, morreu o cantor e pianista Jerry Lee Lewis, lenda do rock conhecida por clássicos como "Great balls of fire" e "Whole lotta shakin’ goin’ on", músicas que foram lançadas em 1957. A notícia foi confirmada pelo agente do músico e publicada pelo jornal inglês "Guardian", por causas naturais.

Anne Heche

Em agosto, aos 53 anos, a atriz americana Anne Heche, morreu. Ela estava em coma depois que sofreu um acidente de carro em Los Angeles, na Califórnia. A atriz sofreu queimaduras e uma lesão no pulmão após colidir contra uma casa no bairro Mar Vista, causando um incêndio, e estava em estado grave no hospital, respirando por aparelhos.

Paulinha Abelha

A morte da cantora Paulinha Abelha, vocalista da banda Calcinha Preta, pegou o mundo da música de surpresa. Entre as causas investigadas pelos médicos, estava a intoxicação por uso de remédios para emagrecer e diuréticos, o que foi descartado em um laudo definitivo. Paulinha morreu aos 43 anos, em Aracaju, 23 de fevereiro.

Milton Gonçalves

Em 30 de maio, morreu o ator Milton Gonçalves no Rio de Janeiro. Ele tinha 88 anos e, segundo a família, morreu por consequências de problemas de saúde que vinha enfrentando desde que teve um AVC, em 2020.

Arnaldo Jabor

O cineasta e cronista Arnaldo Jabor, morreu aos 81 anos em decorrência a complicações de um acidente vascular cerebral, em 15 de fevereiro.

Silvio Lancelotti

Em 13 de setembro, o jornalista Silvio Lancelotti morreu aos 78 anos. Ex-comentarista de futebol internacional e especialista em gastronomia, Silvio ficou eternizado pelas transmissões do campeonato italiano na TV Bandeirantes ao lado do narrador Silvio Luiz.

Jean-Luc Godard

Aos 91 anos, o cineasta franco-suíço Jean-Luc Godard morreu em 13 de setembro. Ele foi um dos líderes da Nouvelle Vague, movimento que revolucionou o cinema a partir do final dos anos 1950. O impacto causado por seu primeiro longa, "Acossado", dura até hoje entre jovens cineastas. Ao longo de mais de 60 anos de carreira, Godard acompanhou as diversas fases do cinema, explorando mídias como o vídeo, o digital e até o cinema em 3D. Por sua influência no cinema de vanguarda, ganhou o apelido de God-Art (Deus da arte).

Olivia Newton-John

A atriz e cantora australiana Olivia Newton-John, estrela de filmes como “Grease” e “Xanadu”, sucesso nos anos 1970 e 1980, morreu no dia 8 de agosto em seu rancho no sul da Califórnia. Ela tinha 73 anos.

Mikhail Gorbachev

Mikhail Gorbachev, o último líder da União Soviética (URSS), morreu no dia 30 de agosto, aos 91 anos em Moscou. De acordo com o Hospital Clínico Central da capital russa, ele foi vitimado por por uma prolongada doença.

Taylor Hawkins

Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, foi encontrado morto, aos 50 anos, em um hotel na Colômbia, no dia 25 de março.

João Paulo Diniz

Morreu no dia 31 de julho em Paraty, na Costa Verde, o empresário João Paulo Diniz, de 58 anos. Filho do também empresário Abílio Diniz, fundador do grupo Pão de Açúcar, João Paulo sofreu um infarto.