Morte de Ketellen eleva para cinco número de alunos mortos por balas perdidas a caminho ou dentro de escolas desde 2010

Saulo Pereira Guimarães
Bruna, mãe de Marcos Vinicius da Silva, exibe camisa que adolescente usava quando foi baleado no Complexo da Maré. Ele morreu no hospital

Ketellen Umbelino de Oliveira Gomes, de 5 anos, morreu após ser baleada a caminho da escola na tarde desta terça-feira em Realengo. Com a ocorrência, chegam a cinco os casos de crianças mortas por balas perdidas a caminho ou dentro de escolas na cidade do Rio desde 2010, de acordo com levantamento da ONG Rio de Paz.

A menina seguia para Escola Municipal Stella Guerra Duval acompanhada com a mãe quando foi atingida na perna durante um tiroteio na Rua Paula Neri, na localidade conhecida como Praça da Cohab.