Morto em 2021, Major Olímpio 'faz campanha' por ex-assessor nas redes

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os perfis nas redes sociais de Major Olímpio, senador que morreu em decorrência de complicações da Covid-19 em março de 2021, têm sido utilizados para promover a campanha de Victor Marques (PDT) a deputado estadual em São Paulo. Marques foi assessor do parlamentar e sua candidatura é apoiada pela família de Olímpio.

As páginas que serviam para divulgar o trabalho do senador agora dedicam-se quase inteiramente ao apoio eleitoral a Marques, que utiliza frases como "Major Olímpio vive" e "o legado continua" em sua propaganda.

Em março, a viúva de Olímpío, Claudia, gravou vídeo em que diz que Marques era braço direito do senador e que está disposto a seguir com seu legado, que não pode ser apagado.

As pautas divulgadas por Marques nas páginas de Olímpio são as mesmas que o senador defendia: discurso duro de repressão à criminalidade e defesa dos interesses das categorias da segurança pública.

Ele também tem criticado a chapa composta por Lula (PT) e Geraldo Alckmin (PSB), mas tem poupado Jair Bolsonaro (PL), com quem Olímpio brigou e rompeu antes de morrer.