Lavrov afirma que combinou com Tillerson que não haverá mais ataques na Síria

Moscou, 13 abr (EFE).- O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov, garantiu nesta quinta-feira a seu homólogo da Síria, Walid Muallem, que combinou com o secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, que os ataques americanos não devem se repetir.

"Ontem falamos largamente sobre isso com o secretário de Estado americano e chegamos à conclusão de que algo parecido não deve se repetir", disse Lavrov ao início da reunião com Muallem em Moscou, segundo a imprensa local.

Lavrov, que terá amanhã consultas trilaterais com Muallem e seu colega iraniano, Mohamed Yavad Zarif, assegurou que o ataque americano de 7 de abril contra o aeroporto de Shayrat tinha exercido "um papel muito provocador".

No entanto, o ministro russo acrescentou que, "apesar de todos os fatos negativos dos últimos dias", Tillerson confirmou sua postura a favor do processo de recuperação política no país árabe.

Lavrov também elogiou as autoridades sírias por convidar os especialistas da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) a seu país.

Esses especialistas poderão investigar tanto o local do ataque químico de 4 de abril na província de Idlib, como a base aérea bombardeada pelos EUA e da qual supostamente foi efetuado o ataque, no qual morreram cerca de 100 pessoas.

Por sua parte, Muallem agradeceu o apoio russo após a "agressão" de Estados Unidos e seu veto à resolução do Conselho de Segurança da ONU sobre a Síria. EFE