Motores do New Honda HR-V aliam desempenho de ponta com economia de combustível

(Foto: Divulgação Honda)
(Foto: Divulgação Honda)

Um motor eficiente não deve entregar apenas bom desempenho. Economia de combustível e baixas emissões de poluentes também são fundamentais nos tempos atuais.

A combinação destes fatores pode ser encontrada no New HR-V, que é vendido com duas opções de motorização flexíveis em termos de combustível - ou seja, podem ser alimentados com etanol ou gasolina.

Eficiência com baixo consumo

As versões EX Honda Sensing e EXL Honda Sensing são movidas pelo eficiente motor 1.5 DI i-VTEC Flex, que assegura o perfeito balanço de desempenho e baixíssimo consumo de combustível e emissão de poluentes.

Dotado de injeção direta de combustível, ele tem potência máxima de 126 cavalos a 6.200 rpm, seja com etanol ou gasolina no tanque. O torque máximo é de 15,8 kgfm a 4.600 rpm quando abastecido com etanol e 15,5 kgfm a 4.600 rpm se for movido a gasolina.

Outro destaque está na economia de combustível. De acordo com o Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o New HR-V com o motor 1.5 aspirado tem consumo na cidade de 8,8 km/l e 9,8 km/l na estrada, se abastecido com etanol e 12,7 km/l e 13,9 km/l na cidade e na estrada respectivamente, se o combustível escolhido for a gasolina.

Desempenho e economia

Já as versões Advance e Touring vêm equipadas com o inédito motor 1.5 DI VTEC TURBO Flex. Assim como nas configurações EX Honda SENSING e EXL Honda SENSING, o motor é feito totalmente de alumínio e traz tecnologias de última geração, como injeção direta de combustível e duplo comando variável de válvulas.

A potência é de 177 cv a 6.600 rpm e o torque chega a 24,5 kgfm entre 1.750 e 4.500 rpm (Gasolina e Etanol). Quanto ao consumo, as medições realizadas pelo PBE apontaram 7,9 km/l na cidade e 8,8 km/l na estrada quando abastecido com etanol, ao passo que, com gasolina no tanque, as médias são de 11,3 km/l no perímetro urbano e 12,6 km/l em trechos rodoviários.

Ideal para todas as situações

As duas motorizações são associadas ao câmbio automático do tipo CVT, de relação continuamente variável, reconhecido pela confiabilidade, robustez e eficiência. A transmissão tem simulação de sete marchas, que podem ser trocadas por meio de paddle shifts atrás do volante nas versões EXL Honda SENSING Sensing, Advance e Touring.

Os sistemas Step shift e EDDB (Early Down-shift During Braking) estão disponíveis em todas as versões e contribuem para que a experiência de condução seja adequada independentemente do tipo de percurso.

O Step Shift é voltado para condições nas quais é exigida a performance máxima do motor, inclusive em caso de direção mais esportiva. Basta o motorista pisar fundo no acelerador (em uma manobra conhecida como kick-down) para a central de gerenciamento eletrônico do câmbio CVT coordenar as trocas nos pontos fixos das marchas, acentuando a sensação de cada mudança.

Já o EDDB atua nas desacelerações reduzindo uma ou mais marchas para manter a rotação adequada a cada situação (seja ela topográfica ou de condução). Na prática, isso se traduz em descidas de serra com auxílio de freio-motor, além de retomadas, frenagens e contornos de curva com dirigibilidade mais refinada. De quebra, as reduções automáticas de marcha também contribuem para os excelentes níveis de consumo do New HR-V.

Condução suave

O New HR-V oferece melhor estabilidade direcional, que decorre da evolução no sistema de direção e das suspensões.

Com pontos de fixação mais rígidos, o conjunto de direção proporciona respostas ágeis do carro em relação à aplicação de movimento no volante.

A direção elétrica com assistência progressiva proporciona máximo controle na condução. Nas velocidades maiores a direção se torna mais firme para melhorar a segurança, enquanto em velocidades menores a direção fica mais leve para facilitar as manobras, inclusive na hora de estacionar.

O moderno conjunto de suspensões passou por um minucioso trabalho de redução do atrito dos componentes para melhorar o comportamento de rodagem sobre piso irregular. Além disso, há novos batentes de borracha dos amortecedores traseiros e novas buchas. As melhorias ampliaram o comportamento em curva e aumentaram significativamente o conforto, sobretudo para quem viaja na traseira.

No fim das contas, o New HR-V consegue obter o equilíbrio ideal entre performance e conforto para o seu dia-a-dia.