Motorista de ônibus é preso por atropelar, arrastar e matar homem de propósito em Copacabana; veja vídeo

Policiais da 12ª DP (Copacabana) cumpriram um mandado de prisão temporária de 30 dias contra o motorista de ônibus Valdir das Mercês Junior pelo crime de homicídio doloso (com a intenção de matar). De acordo com as investigações da distrital, ele atropelou, arrastou e matou de propósito o bombeiro Gilson Castro Silva, de 58 anos, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na madrugada deste domingo, para que ele saísse da frente do veículo.

Segundo o delegado Sandro Caldeira, adjunto da 12ª DP, o caso foi registrado inicialmente como homicídio culposo (sem a intenção de matar). Na delegacia, Valdir contou que a vítima estava alcoolizada e ele não conseguiu frear a tempo de evitar o acidente. Imagens de câmeras de segurança e depoimentos prestados por testemunhas, entretanto, apontaram para outra dinâmica do crime.

— Em menos de 24 horas, conseguimos reunir provas robustas que mostram o oposto do que foi narrado pelo motorista do ônibus em sua oitiva: os vídeos e as testemunhas confirmam que houve clara intenção do motorista em atropelar a vítima, com o objetivo que ele saísse da frente do veículo, inclusive a arrastando por alguns metros — explicou o delegado.

No plantão judicial, o delegado André Leiras, titular da 12ª DP, representou pela prisão temporária do motorista, que foi deferida. Nesta tarde, ele foi levado para a delegacia e será conduzido para a Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, onde deverá passar por uma audiência de custódia.