Motorista detido na Bélgica é acusado por 'atos de caráter terrorista'

1 / 2
(23 mar) Policiais fazem patrulha em Antuérpia

O homem detido na Antuérpia, norte da Bélgica, foi acusado por "tentativa de homicídio de caráter terrorista" depois de ter tentado invadir com um carro em alta velocidade uma zona comercial concorrida, informou nesta sexta-feira a promotoria federal belga.

"Mohamed R.", de 39 anos e nacionalidade tunisiana, foi acusado por um juiz de instrução "por tentativa de homicídio de caráter terrorista e infração da legislação sobre as armas", e por isso se encontra em prisão provisória, afirmou a fonte.

Uma fonte ligada ao caso disse à AFP que não está confirmado que se trate de um atentado terrorista.

"O suspeito foi interrogado, mas suas explicações não faziam qualquer sentido", acrescentou.

"O homem morava em seu veículo, não tinha casa na Bélgica e, portanto, nenhuma garantia de que não fugirá", acrescentou a fonte.

As forças de segurança belgas detiveram na quinta-feira o motorista por circular em alta velocidade pela principal via comercial da Antuérpia (norte) com armas na mala do veículo, um dia após a morte de três pessoas em um ataque extremista em Londres.

O primeiro-ministro belga, Charles Michel, evitou chamar o caso de ataque, falando simplesmente de "um incidente suspeito".