Motoristas são atacados em arrastão em região nobre de São Paulo

·2 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um grupo de criminosos armados realizou na manhã do último sábado (18) um arrastão a motoristas que trafegavam pelas ruas da região do Morumbi, zona oeste da capital paulista. Ao menos quatro veículos foram atacados e tiveram os pertences levados na ação.

De acordo com as câmeras de segurança da rua, quatro criminosos chegaram em duas motos por volta das 9h40 nas esquinas das ruas Maestro Torquato Amore e Corgie Assad Abdalla, paralela à avenida Giovanni Gronchi. Todos estavam de capacete.

Pela filmagem, os assaltantes tentam abordar as primeiras vítimas na esquina dessas vias, mas os motoristas não se intimidam, avançam em alta velocidade e o último deles quase atropela um dos integrantes do grupo. Não há registro de disparos.

Na sequência, a quadrilha desce pela via e faz a primeira vítima, o motorista de um Nissan Kicks preto. Após conseguir a rendição, dois criminosos que estavam a pé abrem as portas do veículo, do lado do motorista e do passageiro, e começam a arrancar os pertences.

Simultaneamente, os outros criminosos que estavam nas motos param o veículo que vem logo atrás e também iniciam o saque. É possível ver a motorista passando uma grande bolsa amarela para os bandidos. Nenhuma das vítimas chega a descer do carro.

Um motorista, que vinha atrás desses dois primeiros, percebe o que se passa na via, consegue dar marcha a ré e foge do local antes de ser abordado. O arrastão foi revelado pelo portal de notícias R7.

Ao terminar o ataque aos primeiros dois veículos, os criminosos liberaram as vítimas e seguiram rua abaixo, onde conseguem parar mais outros dois veículos.

Toda a ação leva menos de dois minutos.

Moradores da região ouvidos pela Folha de S.Paulo afirmaram que esse é pelo menos o quarto ataque nos últimos dias. Outros três ocorreram na região da Marginal Pinheiros, próximo da loja de artigos esportivos, todos com criminosos em motos e armados

Procurada, a Polícia Civil informou que o caso é investigado pelo 34º DP (Via Sônia). "As imagens das câmeras de segurança estão sendo analisadas e as equipes trabalham para identificar e prender os autores", diz nota envaida à reportagem.

De acordo com a Secretaria da Segurança, as forças de segurança paulistas têm intensificado as ações de policiamento ostensivo e preventivo, assim como as ações de polícia judiciária, em todas as regiões da capital.

"Desde o início deste ano, as polícias prenderam e apreenderam 936 criminosos, 13,38% a mais que no ano passado, recuperaram 176 veículos roubados ou furtados e retiraram 33 armas ilegais das ruas, na região citada pela reportagem (89º DP e 34º DP)."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos