Mourão responde menção de Moro sobre 2022: 'sou vice do Bolsonaro, apenas isso'

Gustavo Maia
·2 minuto de leitura
Foto: ROMERIO CUNHA / Agência O Globo
Foto: ROMERIO CUNHA / Agência O Globo

BRASÍLIA — Citado como um possível bom candidato de centro para as eleições presidenciais de 2022 por Sergio Moro, o vice-presidente Hamilton Mourão foi questionado pelo GLOBO nesta segunda-feira sobre a menção do ex-ministro da Justiça e ex-juiz federal e se limitou a responder que é vice de Jair Bolsonaro.

"Sou vice do Bolsonaro, apenas isso", escreveu Mourão, por mensagem de texto.

Em entrevista ao GLOBO, publicada nesta segunda, Moro criticou o ambiente de polarização entre esquerda e direita e admitiu que tem conversado com nomes que buscam construir uma alternativa. Questionado se trabalha na construção de uma chapa com o apresentador Luciano Huck, com quem se encontrou no mês passado, como informou o jornal 'Folha de S.Paulo', ele disse que "existe muita especulação sobre 2022", para depois aventar a possibilidade de uma candidatura de Mourão.

— O que posso dizer é que há uma movimentação de pessoas com perfil de centro que têm conversado. Várias pessoas podem ser bons candidatos de centro, como o próprio Luciano Huck, o (governador) João Doria, o ex-ministro Mandetta, o João Amoêdo ou mesmo o vice Hamilton Mourão. São conversas, mas isso não quer dizer que exista algo preestabelecido.

Em entrevista à revista Veja, publicada no último dia 30 de outubro, Mourão foi indagado se pretende acabar com a sua carreira política em 2022 e sinalizou a possibilidade de se candidatar ao Senado.

"É difícil. Eu vou me candidatar a governador? Complicado, já vou estar com quase 70 anos. Acho que para governar determinados estados aqui no Brasil o cara tem de ter uns quinze anos a menos. Também não me vejo deputado. Senado talvez, aí sim. O Senado tem um outro diapasão, uma outra forma de agir, de atuar. Pode ser uma possibilidade", afirmou o vice-presidente.