Mourinho retorna à Itália como novo técnico da Roma

O Globo
·1 minuto de leitura

A Roma anunciou nesta terça-feira que José Mourinho será o treinador do clube a partir da próxima temporada. Mais de dez anos depois, o português retorna à Itália, onde viveu o auge de sua carreira como técnico. Aos 58 anos, ele substituirá o compatriota Paulo Fonseca na equipe após ter sido demitido do Tottenham.

Mourinho deixou os Spurs há duas semanas, numa passagem de um ano e meio que, plea primeira vez na sua carreira, não não rendeu nenhum título. Cenário muito diferente da primeira passagem do "Special One" em terras italianas. Dirigindo a Inter de Milão na temporada 2009-2010, o português foi eleito o melhor treinador do mundo pela Fifa após conquistar a tríplice coroa: ele venceu o Campeonato Italiano, a Copa da Itália e a Champions League.

De volta ao país, dessa vez Mourinho encontrará um ambiente bem diferente. Atualmente na sétime posição, a Roma está fora da disputa do título nacional e com poucas chances de conseguir uma vaga para a Champions. A equipe ainda tem a difícil missão de reverter o resultado de 6 a 2 para o Machester United nas semifinais da Liga Europa. A sequência de maus resultados somada à derrota acachapante na partida de ida no Old Trafford na semana passada fram definitivas para a saída de Paulo Fonseca, que teve sua demissão confirmada também nesta terça.

O contrato com o técnico português vai até 30 de junho de 2024. Para encarar a difícil missão de comandar a Roma, Mourinho conta com uma vasta experiência: são nove passagens em diferentes clubes da Europa e 25 títulos conquistados.