Movimento Direitos Já! apresenta proposta de retomada do auxílio emergencial

·1 min de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Direitos Já!, um dos movimentos da sociedade civil que surgiram em defesa da democracia nos últimos anos, elaborou uma proposta de retomada do pagamento do auxílio emergencial pelo governo federal. O grupo sugere algumas mudanças no auxílio emergencial: valor inicial de R$ 600 por família até dezembro de 2021, podendo ser renovado caso o índice de transmissão (RT) fique acima de 0,9, e a criação de uma regra de transição segundo a qual o valor do auxílio seja reduzido em R$ 50 mensalmente enquanto houver redução da pandemia. O documento foi elaborado a partir de reunião do conselho político do Direitos Já!, com a participação de representantes de 12 partidos: Cidadania, MDB, PCdoB, PDT, Podemos, PSB, PSD, PSDB, PSOL, PT, PV e Rede.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos