Movimento intenso de pessoas na região do metrô de Botafogo dificulta isolamento social

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Os esforços para promover o isolamento social, com o fechamento de parte do comércio, e diminuir a pressão sobre os leitos de UTI no Rio parecem não surtir efeito em alguns locais da cidade. As principais ruas de Botafogo ficaram cheias nesta sexta-feira. Algumas pessoas ainda dispensaram o uso de máscara, o que é proibido.

No dia em que o estado atingiu a marca de 634 pacientes aguardando na fila por uma vaga de UTI em um sistema de saúde sobrecarregado, a equipe do GLOBO flagrou cenas nas Ruas Voluntários da Patría e São Clemente bem distante do recomendado. Sem respeitar o distanciamento social, muita gente aglomerava nos pontos de ônibus e nos acessos ao metrô. Neste sábado, segundo moradores, o movimento é menor na região.