Movimento de Luiza Trajano mapeia gargalos da vacinação em SP para orientar doações

JOANA CUNHA
·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O movimento Unidos Pela Vacina, comandado pela empresária Luiza Trajano, prevê encerrar um mapeamento de gargalos para a vacinação no estado de São Paulo nesta quarta-feira (31). O levantamento recebeu respostas de 545 prefeituras e espera informações de outras cem. O mapeamento será usado para direcionar a captação de doações. Os principais gargalos que vêm aparecendo estão no estoque de seringas e materiais de proteção para os agentes de saúde. Em São Paulo, o movimento é representado por Rodrigo Galindo, presidente da Cogna Educação, e pela advogada Alexandra Segantin, do Grupo Mulheres do Brasil. Os participantes querem apoiar a campanha de imunização com doações que não envolvam transferências em dinheiro nem compra de vacinas.