Movimento palestino Hamas ameaça Israel com "grande batalha" por Jerusalém

O líder do movimento islâmico palestino Hamas na Faixa de Gaza, Yahya Sinouar, advertiu neste sábado (30) sobre a possibilidade de uma "grande batalha" contra Israel no caso de uma nova "agressão" das forças israelenses na mesquita Al-Aqsa de Jerusalém.

Nas últimas semanas, a Esplanada das Mesquitas em Jerusalém, o terceiro lugar mais sagrado do Islã e o lugar mais sagrado do Judaísmo, conhecido como o Monte do Templo, tem sido palco de confrontos.

Cerca de 300 palestinos foram feridos na área onde Al-Aqsa está localizada após operações do exército israelense na Cisjordânia ocupada.

Durante esses confrontos, a polícia israelense se colocou na esplanada e também entrou uma vez na mesquita Al-Aqsa, disparando gás lacrimogêneo, o que provocou a indignação de palestinos e de países muçulmanos.

"Aquele que tomar a decisão de repetir isto tomará ele mesmo a decisão de destruir milhares de sinagogas ao redor do mundo", disse Yahya Sinouar, chefe do departamento político do Hamas na Faixa de Gaza bloqueada por Israel, em um discurso.

"Você terá que se preparar para uma grande batalha se a ocupação não parar de atacar a mesquita Al-Aqsa", acrescentou.

Este raro discurso foi proferido no aniversário, de acordo com o calendário muçulmano, da guerra de 11 dias entre Israel e o Hamas em maio de 2021.

Ele também prestou tributo ao Irã, principal inimigo de Israel, e aos movimentos apoiados pela República Islâmica, incluindo o Hezbollah libanês, a Jihad Islâmica palestina e os rebeldes iemenitas Houthi.

"Mais de mil foguetes"

Nos últimos anos, o número de judeus visitando a esplanada aumentou, atingindo um recorde em abril durante o Pessach, a Páscoa judaica.

(Com AFP)


Leia mais

Leia também:
EUA reiteram oposição a texto do Conselho de Segurança da ONU sobre conflito israelense-palestino
Blinken negocia para evitar que ajuda à reconstrução de Gaza beneficie o Hamas
Hamas opta por tática perigosa de "exasperar" Israel na fronteira de Gaza

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos