Movimento de terminais rodoviários de São Paulo cai até 90%

***FOTO DE ARQUIVO*** SÃO PAULO, SP, BRASIL, 20-12-2018 - Terminal rodoviário Jabaquara. Na plataforma de embarque não há assentos para obesos, o único elevador do terminal está em manutenção. O único acesso aos banheiros é por escada. (Foto: Ronny Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O número de passageiros no terminal Jabaquara (zona sul de São Paulo) caiu 91% nesta segunda-feira (23), em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo dados do Centro de Inteligência e Economia do Turismo (Ciet), da Secretaria de Turismo do estado.

A queda no movimento é consequência do avanço da pandemia de coronavírus no estado.

Na última semana, cidades da Baixada Santista adotaram medidas para restringir a presença de banhistas nas praias e, assim, reduzir aglomerações.

No terminal Barra Funda, que atende cidades do interior paulista, a situação não é muito diferente: no domingo (22), o local recebeu 86% menos passageiros, em comparação com março de 2019.

No terminal Tietê, nesta segunda (23), circularam 88% menos passageiros. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria de Turismo, é como se um ônibus de 42 lugares saísse com apenas cinco passageiros.