MP da Venezuela justifica detenção de ativistas

A detenção de três ativistas críticos do governo de Nicolás Maduro foi o principal tema de uma coletiva de imprensa, nesta terça-feira, pelo Ministério Público venezuelano. O procurador-geral, Tarek William Saab, destacou que os homens fizeram acusações 'sem mostrar evidências' e justificou a prisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos