MPF pede investigação do namorado de blogueira condenada por tráfico internacional de drogas

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou a abertura de um inquérito para investigar Henrique Cassorielo, de 35 anos, por tráfico internacional de drogas. Ele era namorado da blogueira Laís Crisóstomo Aguiar, de 28 anos, flagrada com cocaína quando estava prestes a embarcar para Dubai, no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo.

Tráfico internacional: Blogueira flagrada com drogas antes de embarcar para Dubai é condenada

Viagens, marcas de luxo e badalação: Quem é a blogueira presa por tráfico internacional de drogas; veja fotos

Laís foi condenada a 2 anos e 11 meses de reclusão, nesta quarta-feira, mas a Justiça substituiu por prestação de serviços à comunidade ou a entidades públicas. Peterson de Sousa Fontes, de 45 anos, é amigo de Cassorielo e viajaria com a blogueira. Ele também foi condenado na 1ª Vara Federal de Guarulhos.

No processo, Laís e Fontes apontaram Cassorielo como dono da droga. Ele mora em Dubai e aguardava a chegada da dupla com os entorpecentes. Na mala dela, segundo a PF, havia 461 gramas de cocaína.

O MPF já enviou ofício à Polícia Federal solicitando a instauração de inquérito para investigar Cassorielo. Na sentença, o juiz Rogério Volpatti Polezze autorizou o compartilhamento de provas para que os investigadores possam confirmar Cassorielo "como possível aliciador".

Procurado pelo GLOBO, por meio de suas redes sociais, Cassorielo não deu retorno até a publicação da reportagem. O espaço permanece aberto.

Drogas: Mãe deixa criança de dois anos em boca de fumo por conta de dívidas com traficantes, em MT

O advogado Augusto Mendes Araújo, representante de Fontes, afirmou que vai recorrer da decisão que o condenou. Ele disse que o acusado teve postura colaborativa no decorrer do processo e, por este motivo, teve a soltura imediata. A defesa de Laís ainda não se manifestou.

Suspeita de aliciamento

Em interrogatório, Laís disse que seu namorado havia lhe pedido para levar a droga. Ela contou que resistiu, mas Cassorielo disse que um amigo a entregaria uma mala com a cocaína. Esta pessoa era Fontes.

No depoimento à Justiça, Fontes declarou manter amizade com Cassorielo há muito tempo e recebeu um convite para conhecer Dubai. A passagem e as despesas seriam pagas por Cassorielo, mas depois de uns dias, foi exigida uma contrapartida.

"Ele fez uma proposta de conhecer Dubai, ver um trabalho lá; mataria saudade de amizade; depois de uns dias, ele veio com uma proposta de levar uns suplementos, remédios para dormir, cartão de crédito que mandou fazer, além de injeções para emagrecer e um tênis; já que ia passear, era para levar essas coisas para ele; perto da viagem, ele disse que viria alguma droga no meio dos suplementos", diz trecho do depoimento.

Fontes afirmou que, primeiro, não aceitou a proposta. Mas depois cedeu com Cassorielo "dizendo que não era perigoso; era para levar as coisas ao aeroporto, entregar a Laís, que saberia o que fazer".

Não tomou soro: Idosa de 73 anos é internada após ser picada por escorpião quando lavava espinafre, no Pará

Laís, por sua vez, contou no interrogatório que ficou assustada quando parada pela Polícia Federal, pois "viu que tinha muita droga". Tanto a blogueira quanto Fontes assumiram o que haviam feito e colaboraram com a Justiça, inclusive entregando seus celulares aos investigadores e informando "o nome da pessoa que os aliciaram".

De acordo com a sentença, um áudio juntado por Fontes contém orientações sobre como ele deveria proceder. "A única coisa é que terá que seguir as instruções da Laís e outra você vai ter a Lais e eu que vim sozinho, Laís vai fazer tudo, a única coisa que você (sic) é ficar calado e passar direto como se fosse um grande empresário”, diz a mensagem enviada por Cassorielo.

Vida de luxo

Nas redes sociais, Cassorielo se apresenta como empreendedor e mostra uma vida de luxo. Ele tem 273 mil seguidores no Instagram e se exibe em lugares caros e com carros de luxo.

Algumas de suas postagens são ao lado de veículos conversíveis de marcas como Ferrari, Mercedes-Benz, Lamborghini e Porsche. Cassorielo também tem registros em lanchas, jet ski e coberturas com vista panorâmica para o mar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos