MPF recomenda ao MEC que suspenda inscrições do Sisu

BRASÍLIA- O Ministério Público Federal (MPF) recomendou ao Ministério da Educação (MEC) que suspenda as inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e altere o calendário do programa. O órgão encaminhou um ofício para o MEC e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para que as inscrições sejam interrompidas até que haja nova conferência de todos gabaritos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Caso o MEC não atenda a recomendação do MPF poderá estar sujeito a sanções administrativas e jurídicas. O Inep recebeu 172 mil e-mails relatando erros nas notas do exame, e todas as 3,9 milhões de provas da última edição do Enem foram conferidas pelo instituto. Segundo o órgão, 5.974 pessoas foram atingidas. Na segunda-feira, o MPF já havia enviado um pedido ao MEC para suspender as inscrições do Sisu, mas o pedido não foi acatado. Agora, a recomendação funciona como uma espécie de "aviso" que antecede o ingresso de uma ação civil pública.

A recomendação do MPF é que após a nova correção e publicação dos resultados os candidatos sejam oficialmente comunicados da abertura de prazo para solicitação de verificação de inconsistências. O órgão pede ainda que o MEC envie resposta formal a todos os pedidos de correção de nota.