MPRJ denuncia senador Flávio Bolsonaro por corrupção

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O senador Flávio Bolsonaro
(Arquivo) O senador Flávio Bolsonaro

O Ministério Público do Rio (MPRJ) denunciou o senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, suspeito de participar, com a ajuda de um assessor, de um esquema de 'rachadinha' quando era deputado regional do Rio de Janeiro, informaram as autoridades na madrugada desta quarta-feira (4).

Esta é a primeira denúncia contra um membro da família Bolsonaro desde que o presidente chegou ao poder em janeiro de 2019. Um tribunal deverá decidir se acolhe a acusação e abre um processo contra os suspeitos.

O MPRJ acusou Flávio Bolsonaro, de 39 anos, de participar de uma organização criminosa, lavagem de dinheiro, apropriação indevida e peculato, crimes supostamente cometidos entre 2007 e 2018. 

Seu ex-assessor Fabrício Queiroz, um ex-oficial da Polícia Militar do Rio de 54 anos e muito próximo à família Bolsonaro também foi denunciado, junto com outras quinze pessoas.

"Não cometi nenhuma ilegalidade. O MP do Rio comete série de erros bizarros em sua 'denúncia', às vésperas das eleições municipais", escreveu Flávio Bolsonaro em sua conta no Instagram. 

"Acredito que a denúncia sequer será aceita pelo Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro", acrescentou o senador. 

O Brasil realizará eleições municipais em 15 de novembro.

jm/js/pr/mel/yow/aa