Mudryk: de astro do TikTok a homem de meio bilhão de reais do Chelsea

Contrato de Mudryk com o Chelsea é de oito anos e meio por 100 milhões de euros.
Contrato de Mudryk com o Chelsea é de oito anos e meio por 100 milhões de euros. Foto: (Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images)

Contratado a peso de ouro pelo Chelsea, o meia-atacante ucraniano Mudryk, de 22 anos, deixou o Shakhtar Donetsk para assinar com o clube de Londres por oito anos e meio. O contrato, que vai até junho de 2031, teve valores divulgados pela imprensa da Inglaterra na casa dos 100 milhões de euros, cerca de R$ 550 milhões na cotação atual, sendo 70 milhões de euros fixos e outros 30 de gatilhos que podem ser ativados durante a atuação do garoto no Chelsea.

Em sua apresentação, Mudryk se disse feliz e ansioso: "Estou muito feliz por assinar com o Chelsea. Este é um grande clube, num campeonato fantástico e é um projeto muito atrativo para mim nesta fase da minha carreira. Estou animado para conhecer meus novos companheiros de equipe e ansioso para trabalhar e aprender com Graham Potter".

Leia também:

O jovem jogador é destaque nas redes sociais, principalmente o TikTok, por causa das edições feitas com seus momentos em campo com a camisa do clube ucraniano. Diversos perfis são dedicados ao jogador e postam, quase que diariamente, compilados de suas jogadas insinuantes contra os adversários do campeonato nacional. Na atual temporada, foram 10 gols marcados por Mudryk e oito assistências cedidas para que seus companheiros balançassem as redes adversárias.

Shakhtar doa 25% da negociação para o exército ucraniano

Foi anunciado pelo presidente do clube ucraniano, Rinat Akhmetov, que um quarto do valor total do negócio envolvendo a joia será doado para ajudar os soldados que buscam conter a invasão militar realizada pela Rússia contra a Ucrânia.

Em pronunciamento oficial publicado no site do Shakhtar, foi informado que: "Estou destinando 25 milhões de euros para ajudar nossos soldados e suas famílias. O dinheiro será usado para diferentes necessidades: desde tratamento médico e protético a apoio psicológico. Para garantir transparência, o projeto terá uma equipe independente de profissionais que vão estar em contato com os defensores de Azovstal, suas famílias, provedores de assistência e voluntários".