Muito criticado, Moro garante autonomia da Polícia Federal

Foto: AP Photo/Silvia Izquierdo

Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança pública, defendeu nesta sexta-feira (20) a autonomia da Polícia Federal e do Poder do Judiciário. A declaração dada ao jornal Estado de S.Paulo vem logo depois de Moro receber muitas críticas por realizar buscas e apreensão contra Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE), líder do governo no Senado.

“A Polícia Federal é uma instituição com autonomia e suas ações são controladas pela Justiça, não tendo o ministro da Justiça qualquer envolvimento em investigações específicas”, afirmou Moro ao jornal.

Leia também

Bezerra Coelho e seu filho e deputado Fernando Coelho (DEM-PE) são investigados por suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro.

Davi Alcolumbre, presidente do Senado, classificou a ação da Polícia Federal como “desnecessária” e disse que questionaria a decisão no Supremo Tribunal Federal.

A defesa de Fernando Bezerra Coelho também atacou Moro ao afirmar que a operação era uma retaliação ao senador pela atuação dele contra abusos de órgãos de investigação.

Ao defender a Polícia Federal e sua atuação, Moro também rebate críticos da própria instituição que não gostaram da falta de respostas do ministro a algumas declarações polêmicas recentes do presidente Jair Bolsonaro sobre interferir na instituição.