Muitos soldados russos fugiram de Kharkiv e deixaram Ucrânia, diz autoridade dos EUA

Militar ucraniano é fotografado sobre tanque russo durante contraofensiva da Ucrânia, na região de Kharkiv

Por Phil Stewart e Idrees Ali

WASHINGTON (Reuters) - A Rússia cedeu em grande parte seus ganhos na região da cidade ucraniana de Kharkiv, e muitos dos soldados russos em retirada deixaram a Ucrânia, passando pela fronteira de volta à Rússia, disse um alto funcionário militar dos Estados Unidos nesta segunda-feira.

Os Estados Unidos viram relatos anedóticos de forças russas abandonando seus equipamentos, "o que pode ser um indicativo de que comando e controle da Rússia estão desorganizados", disse o oficial militar dos EUA, falando sob condição de anonimato.

As declarações aos repórteres do Pentágono seguiram um fim de semana de ganhos rápidos para as forças ucranianas. O estado-maior da Ucrânia disse que seus soldados haviam recapturado mais de 20 cidades e vilarejos apenas no dia anterior, enquanto as forças ucranianas avançavam mais fundo no território tomado de tropas russas em retirada.

O oficial militar dos EUA mostrou-se otimista, mas cauteloso, ao descrever os avanços ucranianos.

"Está claro que eles estão lutando muito", disse a autoridade, citando o progresso no sul e no leste do país para recuperar território.

A Ucrânia disse que repeliu tentativas de avanços russos em duas áreas importantes da região de Donetsk - a cidade de Bakhmut e Maiorsk, perto da cidade produtora de carvão de Horlivka, disse o estado-maior em uma atualização noturna.

Mas o alto funcionário militar dos EUA disse que a Rússia ainda está concentrando seu poder de fogo em Bakhmut.

"Continuamos a ver o uso pesado de artilharia e ataques aéreos", disse a autoridade.

(Reportagem de Phil Stewart e Idrees Ali)