Mujica aconselha Brasil a pedir receita de governabilidade à China

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O presidente uruguaio Jose Mujica
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ex-presidente do Uruguai José Mujica disse nesta sexta-feira em São Paulo que acharia difícil governar um país como o Brasil, com tantos partidos representados no Congresso e aconselhou os brasileiros a pedirem "a receita aos chineses".

"Este é um país continental, eu teria que pedir a receita aos chineses para ver como fazem, porque não tenho resposta", disse o ex-presidente de esquerda em uma palestra sobre democracia e ética na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Os brasileiros "têm um problema básico que não sei como resolverão. Não acho que se possa governar com trinta partidos, não pode haver trinta projetos de país, pode haver quatro ou cinco, mas não trinta", expressou Mujica, que governou o Uruguai de 2010 a 2015.

"Para qualquer governo brasileiro, isso é uma instabilidade crônica", disse.

"Às vezes se tem a impressão de que o Congresso brasileiro é uma bolsa de comércio", afirmou o popular dirigente, que neste mês completará 82 anos.

Um modelo sem dúvida diferente do existente na China, onde o Partido Comunista governa desde 1949 sem oposição política legal. Sua história foi marcada por convulsões políticas com milhares de vítimas e de repressões violentas a protestos, embora nas últimas décadas sua recuperação econômica fascinou o mundo.

Segundo Mujica, conhecido pelo estilo de vida modesto, o Brasil precisa revitalizar sua política e para isso seus dirigentes devem "viver como seu povo".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos