Mulher é baleada no peito durante invasão do Congresso americano por apoiadores do presidente Trump

·1 minuto de leitura
Foto: JOSEPH PREZIOSO / STR/06-01-2021

Uma mulher está em estado crítico depois de ter sido baleada no peito durante a invasão do Congresso americano por apoiadores do presidente Donald Trump. Ela foi atingida perto de uma porta que estava bloqueada na entrada do plenário da Câmara, mas ainda nao se sabe de onde o tiro partiu. Ela foi levada ao hospital e não há novas informações sobre seu estado de saúde. Há relatos de outras pessoas feridas.

A invasão ocorreu durante a sessão que confirmararia a vitória de Joe Biden na eleição presidencial de novembro. Após a invasão, a sessão foi suspensa.

Alguns dos manifestantes que invadiram o prédio estavam armados, e chegaram a entrar nos plenários da Câmara e do Senado. Partes do prédio foram depredadas, e a polícia chegou a apontar armas para alguns dos invasores.

Parlamentares, funcionários do Congresso e jornalistas, foram levados para locais mais seguros. Do lado de foral, partes do palco que será usado na posse de Biden, no dia 20 de janeiro, foram danificadas.

Diante da situação, a prefeitura de Washington decretou um toque de recolher em toda a capital americana, válido entre as 18h (20h de Brasília) até as 6 da manhã de quinta-feira (8 da manhã pelo horário de Brasília). Apenas pessoas designadas pela prefeitura, incluindo jornalistas credenciados e trabalhadores de serviços essenciais poderão circular nesses horários.