Mulher é esfaqueada dentro de bar na zona sul de SP e morre em hospital

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma mulher de 31 anos foi morta a facadas, na madrugada desta quinta-feira (20), quando estava em um bar na região do Morumbi (zona oeste da capital paulista). O principal suspeito pelo crime é seu ex-companheiro, já identificado pela polícia e que não havia sido localizado até a publicação desta reportagem.

Uma amiga de Amarilis de Souza afirmou à polícia que a vítima estava em um bar, na rua Ernest Renam, local onde o ex-companheiro teria chegado segurando uma faca. Em seguida, acrescentou a testemunha, o homem teria desferido golpes em Amarilis, fugindo na sequência com a arma do crime.

A amiga da vítima disse, ainda em depoimento, que o suspeito ameaçava a ex-mulher de morte. Os motivos para isso são investigados pela polícia.

A mulher foi socorrida por uma unidade do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até o Hospital Campo Limpo, onde acabou morrendo.

O caso foi registrado no 37º DP (Campo Limpo) como feminicídio (quando a vítima é morta por ser mulher) e será investigado pelo 34º DP (Vila Sônia).

Entre janeiro e março deste ano, ao menos 20 mulheres foram assassinadas na capital paulista, das quais 50% em crimes registrados como feminicídio. No estado foram, respectivamente, 101 e 43 casos, segundo dados da SSP (Secretaria da Segurança Pública).