Mulher é morta a tiros em rua do Brás, no centro de SP

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma mulher de 35 anos foi morta a tiros numa calçada da rua Monsenhor Andrade, no Brás, região central de São Paulo, na tarde de segunda-feira (21). A região, um dos principais centros de comércio popular da capital paulista, tem recebido intenso fluxo de pessoas para as compras de Natal. O caso foi registrado como feminicídio, mas o suspeito ainda não foi preso. No mesmo dia, outra mulher foi morta pelo companheiro em Suzano, na Grande São Paulo. Em depoimento à polícia, uma testemunha do crime afirmou que um homem em uma bicicleta atirou contra a mulher e fugiu em seguida. Câmeras de segurança de comércios da região registraram a ocorrência e foram apreendidas. Segundo a SSP (Secretaria da Segurança Pública), gestão João Doria (PSDB), policiais militares que atenderam a ocorrência encontraram a mulher, que era vendedora, caída no chão com ferimentos de tiros no rosto, pescoço e tórax. O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) constatou a morte da mulher no local. O caso foi apresentado no 12º Distrito Policial, que solicitou assessoramento ao DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa), onde o caso foi registrado como homicídio qualificado (feminicídio) e é investigado.