Mulher é presa em flagrante pela Polícia Federal por contrabando de peças de armas de fogo pelos Correios

·1 minuto de leitura

RIO — Uma mulher foi presa em flagrante pela Polícia Federal por contrabando de peças de armas de fogo e carregadores de fuzil nesta terça-feira após ter os artefatos enviados dos Estados Unidos para o Brasil através do Aeroporto Internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio de Janeiro. A ação, que teve o apoio da Receita Federal e da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, prendeu a mulher, de 58 anos, em Batatais, no interior de São Paulo.

Os policiais federais cumpriram na residência da mulher um mandado de busca e apreensão expedido pela 5ª Vara Federal Criminal da 2ª subseção judiciária do estado de São Paulo. No local foram encontradas inúmeras réplicas de fuzis e pistolas, acessórios e peças de armas de fogo. Um revólver calibre 38 com a numeração raspada, suas munições e um veículo também foram apreendidos.

De acordo com a PF, as penas podem chegar a 16 anos de reclusão e multa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos