Mulher é presa no aeroporto internacional do Rio com 1,1 milhão em skunk escondidos dentro da mala

Uma mulher que ia de Manaus para São Paulo foi presa quando fazia escala no Aeroporto Tom Jobim com 15,680 quilos de skunk na mala, num valor estimado de R$ 1,76 milhão, escondidos na mala. A Divisão de Vigilância, Repressão ao Contrabando e Descaminho da Receita Federal passageira foi abordada dentro do avião na 7ª Região Fiscal (RJ/ES) identificou pelo scanner um objeto que parecia ser droga em tabletes.

Organização criminosa: Polícia prende estelionatários que sequestravam comparsas e família para cobrar dívida de R$ 100 mil

Tortura: 'Eles sentiam prazer enquanto me batiam', diz pintor espancado em bar de São Gonçalo

A suspeita fez com que a mulher fosse abordada dentro do avião, após o fechamento das portas do embarque, e levada para o setor de bagagem.

Perícia confirma: Corpo encontrado na Zona Sul do Rio é de alemão que entrou nu em mar de Copacabana

Quando a mala foi aberta, foram encontrados 12 tabletes de skunk.