Mulher é presa por morte de companheiro esfaqueado e asfixiado após discussão na Região Metropolitana do Rio

Policiais da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) de Niterói prenderam uma mulher suspeita de matar o companheiro esfaqueado e asfixiado após uma discussão, em Cachoeira de Macacu, na Região Metropolitana do Rio. De acordo com as investigações da Polícia Civil, Ludmila Veiga da Silva ainda teria escondido o corpo da vítima e jogado produtos químicos para disfarçar odor de decomposição do cadáver.

Veja o vídeo: Polícia investiga morte a tiros de PM do Rio por investigador de SP motivada por ciúmes

Na Baixada Fluminense: Polícia investiga participação de mulher na morte do amante em emboscada por marido PM

Segundo o inquérito, o crime ocorreu dentro da casa do casal, na localidade de Japuíba. Após vizinhos suspeitarem do desaparecimento da vítima, Ludmila fugiu da cidade, vindo a se esconder em Niterói, onde foi localizada por agentes da especializada no interior de um hotel, situado no Centro desta cidade.

Inquéritos: Polícia pede o arquivamento de investigações contra modelo Bruno Krupp pelo estupro de três mulheres

Contra Ludmila foi cumprido um mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. Após as formalidades legais, a ela será encaminhada ao sistema prisional do estado, onde deverá passar por uma audiência de custódia.

No Rio: Justiça decreta prisão preventiva de golpista que enganou modelos em hotel cinco estrelas