Mulher de 63 anos com suspeita de coronavírus morre em Miguel Pereira

Louise Queiroga

Uma paciente de 63 anos que estava internada em estado grave com suspeita de coronavírus no Hospital municipal Luiz Gonzaga, em Miguel Pereira, no Sul Fluminense, morreu, de acordo com um comunicado emitido pela Prefeitura nesta terça-feira.

"A paciente, que trabalhava na capital do Rio de Janeiro, esteve em contato direto com sua empregadora, que chegou da Itália e testou positivo ao Covid-19", disse a Prefeitura.

A mulher deu entrada na unidade de saúde após ter deixado seu ambiente de trabalho na cidade do Rio.

Questionada sobre o caso, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) frisou que, até o momento, não houve confirmação de morte em decorrência do coronavírus no estado.

"Embora a Prefeitura de Miguel Pereira tenha divulgado morte de mulher com sintomas compatíveis aos relatadas para Covid-19, a Secretaria de Estado de Saúde esclarece que o material da paciente acaba de chegar ao Laboratório Central Noel Nutels (Lacen-RJ), única unidade estadual capaz de realizar o teste para confirmar ou descartar o vírus", afirmou em nota.

"A SES informa que a vítima não fazia parte da lista de casos confirmados até o momento. O resultado dos exames deve sair em até 48 horas", acrescentou.

A Prefeitura de Miguel Pereira destacou a importância da população seguir "todos os critérios definidos pela Secretaria Municipal de Saúde" e redobrar atenção a qualquer sintoma. O número de telefone (24) 2484-4223 foi disponibilizado para prestar esclarecimentos da Covid-19.