Mulher de Amoêdo declara voto em Lula

***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP - João Amoêdo, um dos fundadores do partido Novo. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP - João Amoêdo, um dos fundadores do partido Novo. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ, E SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Rosa Helena Amoêdo, mulher de João Amoêdo, declarou voto em Lula no segundo turno. Ela é uma das fundadoras do partido Novo, assim como seu marido.

A declaração foi feita por meio das suas redes sociais nesta quinta (27).

"Sou fundadora e filiada do Novo e votarei no Lula, 13. É a melhor saída para evitarmos ditadores que aparelham as instituições de Estado e os partidos políticos. Fora Bolsonaro", escreveu Rosa Helena em sua conta do Twitter.

O posicionamento de Rosa Helena acontece depois da forte reação do Novo à declaração de voto de seu marido há cerca de 15 dias. O presidente do partido e outras lideranças da sigla não aceitaram a manifestação pública do voto de Amoêdo em Lula no segundo turno e fizeram um manifesto pedindo a sua desfiliação.

Mais cedo, nesta quinta, João Amoêdo teve sua filiação suspensa pelo Novo. O ex-presidenciável do partido fica nesta situação até o fim do processo disciplinar na comissão de ética da legenda.