Mulher de Bruce Willis fala sobre o ator, que luta contra afasia: 'O medo nunca o parou'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A modelo Emma Heming, mulher do ator Bruce Willis, usou as redes sociais, para ressaltar que o astro de Hollywood "não está paralisado pelo medo" desde que recebeu o diagnóstico de afasia, em março deste ano. O artista de 67 anos trata um distúrbio que afeta as formas de comunicação, dificultando a capacidade de expressão e compreensão tanto de linguagens orais quanto escritas.

Relacionamentos tóxicos: Cleo conta que chorou escrevendo livro sobre abuso: 'Foi um processo de cura'

Teste: Quem você seria na novela 'Pantanal'? Faça o quiz e descubra

"Meu lema é não deixe o medo te parar. Por quê? Porque o medo constantemente me impede. E essa é uma razão pela qual me apaixonei pelo meu marido: o medo nunca o parou", escreveu a modelo, num post no Instagram, ao resgatar um vídeo antigo que mostra Bruce Willis cantando com o grupo The Temptations.

"Você pode dizer o que quiser, mas esse cara sempre foi liderado por sua paixão e nunca deixou pessimistas o impedirem de qualquer coisa", frisou a modelo, sobre o marido. "E eu tenho tanto respeito, amor e admiração por aquele homem por causa disso... Aproveite esta cantiga que aquece meu coração", ela acrescentou. A modelo também postou uma foto antiga dos dois por meio dos Stories do Instagram. "Eu o amo tanto que dói", escreveu.

O que é afasia

Segundo o hospital Albert Einstein, afasia são condições que afetam as formas de comunicação do paciente, dificultando a capacidade de se expressar ou compreender tanto linguagens orais quanto escritas. São muitas as classificações da afasia, e elas podem ocorrer depois de lesões no cérebro, como acidentes vasculares cerebrais (AVC), doenças degenerativas e alguns tipos de demência. Geralmente acometem o lado esquerdo do cérebro nas regiões frontais e temporais.

Carreira de sucesso

Bruce Willis apareceu no show business no início dos anos 1980, fazendo pontas em algumas produções, e ganhou seu primeiro papel na série "Miami vice", em 1984. O sucesso na TV veio com a série "A gata e o rato" ("Moonlighting", no original), transmitida pela ABC entre 1985 e 1989, na qual o ator contracenava com Cybill Shepherd.

A popularidade na TV abriu as portas para que Willis estrelasse "Duro de matar", de 1988, que arrecadou quase US$ 140 milhões ao redor do mundo e o consagrou como um astro do cinema de ação. Somados, os três filmes da franquia ("Duro de matar 2", de 1990, e "Duro de Matar 3: A Vingança", 1995") chegaram a arrecadar US$ 700 milhões nacional e internacionalmente.

Saiba como ele está hoje: Bruce Willis aparece em primeiras fotos após diagnóstico de afasia

Bruce também esteve em "Pulp Fiction" (1994), "Os 12 macacos" (1995), "Quinto elemento" (1997), "Sexto sentido" (1999), dentre muitos outros. Seu longa mais recente foi "A day to die", que estreou nos Estados Unidos no início de março. "Fortress: Sniper's Eye", estreia no fim de abril.

Segundo o IMDB, estão previstos ainda para este ano "The wrong place", "Die Like Lovers" e "Corrective measures".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos