Mulher confessa ter matado namorado a facadas enquanto ele dormia em SP

·2 min de leitura
Orazil foi assassinado pela namorada - Foto: Reprodução/Facebook
Orazil foi assassinado pela namorada - Foto: Reprodução/Facebook
  • Mulher confessou ter assassinado o namorado a facadas no interior de São Paulo

  • Orazil Silva foi atingido quando dormia em sua própria residência

  • À polícia, a namorada alegou que era agredida pelo rapaz em um relacionamento abusivo

Uma mulher confessou ter assassinado o próprio namorado em Itaóca, interior de São Paulo, no último sábado (23). Ela aproveitou a madrugada para desferir as facadas que vitimaram o rapaz enquanto ele dormia.

De acordo com informações do G1, o corpo de Orazil Silva, de 32 anos, só foi encontrado dois dias depois, segunda-feira (25), após o advogado de defesa da mulher revelar o crime e apontar a localização do cadáver.

Orazil estava no sofá da sala de sua residência, com marcas de facadas na região do pescoço. A arma utilizada no assassinato estava no chão, ao lado da vítima.

A suspeita, que não teve a identidade revelada, apresentou-se à Delegacia de Apiaí, onde vive, na última terça-feira (26) e prestou depoimento por cerca de duas horas, mas não foi presa.

Corpo foi encontrado ao lado de faca na casa do rapaz - Foto: Reprodução
Corpo foi encontrado ao lado de faca na casa do rapaz - Foto: Reprodução

Ao G1, o delegado responsável pelo caso, Valmir Barbosa explicou que a detenção da mulher em flagrante não era possível, uma vez que o crime havia ocorrido há três dias e que não tinha nenhum mandado de prisão expedido contra ela.

Mulher relata relacionamento abusivo

No depoimento à polícia, a suspeita alegou que cometeu o crime para livrar-se de um relacionamento abusivo. Ela afirmou ter sido agredida fisicamente por Orazil em diversas oportunidades.

A mulher afirmou que chegou a separar-se do rapaz recentemente, mas estava tentando reatar o namoro quando viu mensagens de uma outra pessoa no celular do companheiro no sábado.

O casal teria dado início a uma discussão, e Orazil trancado a porta para impedir que a namorada deixasse o local. Ambos teriam ingerido bebidas alcoólicas.

A suspeita relatou que esperou o companheiro dormir para atacá-lo com uma faca de cozinha. Depois, fugiu para a casa da mãe, em Apiaí.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos