Mulher conhecida como 'Lara Croft' foi morta a tiros por policial no ES

Mulher é morta a tiros por policial no ES - Foto: Reprodução
Mulher é morta a tiros por policial no ES - Foto: Reprodução

Conhecida como ‘Lara Croft’, uma mulher trans de 34 anos, foi morta com cinco tiros por um policial militar (PM), na madrugada desta quarta-feira (13), no bairro Alto Lage, em Cariacica, na Grande Vitória, Espírito Santo.

A Polícia Militar (PM) informou que houve confronto, no entanto, moradores da região negam a informação.

Segundo a PM, durante um patrulhamento pelas ruas do bairro na madrugada desta quarta, militares viram a mulher trans e um homem em atitudes suspeitas que, de acordo com eles, os dois resistiram à abordagem.

A corporação informou ainda que a mulher tentou agredir dois policiais militares e teria retirado da bolsa um barbeador com o objetivo de agredir os agentes.

A PM disse também que ela tentou pegar a arma de um dos militares, que reagiu e a atingiu com cinco tiros.

Segundo o relatório da perícia da Polícia Civil, a vítima foi atingida na mão esquerda, no peito, no pescoço, no rosto e nas costas.

O homem que estava com ela fugiu e não foi localizado pelos policiais.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), foi chamado para socorrer a mulher, mas ela não resistiu aos ferimentos.

O nome de batismo da vítima não foi divulgado.

Apesar da afirmação da PM, moradores da região dizem que a versão da Polícia Militar é contestável. Para eles, a mulher não atacou os policiais e foi executada durante a abordagem.

A PM ainda não se manifestou sobre a versão dos moradores de que a vítima teria sido executada.

O caso foi registrado no plantão do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) como morte em confronto com agente do estado e está sendo investigado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos