Mulher é agredida por PM enquanto filmava abordagem ao filho em Goiás: "Já tinha cuspido na minha cara"

·2 minuto de leitura
Segundo ela, filho teria sido agredido pelo agente que efetuava a prisão mesmo já estando algemado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Segundo ela, filho teria sido agredido pelo agente que efetuava a prisão mesmo já estando algemado (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
  • Uma mulher foi agredida por um policial militar em Simolândia (GO) enquanto filmava a abordagem do agente ao filho que estava sendo preso

  • Um vídeo, que circula pelas redes sociais, mostra o momento em que o PM entra em luta corporaval com a senhora de 54 anos para tomar o celular da mão dela

  • Para evitar um abuso de autoridade, a mãe passou a filmar a ação com um celular; segundo ela, filho teria sido agredido pelo agente que efetuava a prisão mesmo já estando algemado

Uma mulher foi agredida por um policial militar em Simolândia (GO) enquanto filmava a abordagem do agente ao filho que estava sendo preso. Um vídeo, que circula pelas redes sociais, mostra o momento em que o PM entra em luta corporaval com a senhora de 54 anos para tomar o celular da mão dela.

O filho da técnica de enfermagem Rosária da Silva Andrade estava sendo preso por um agente da Polícia Militar de Simolândia, em Goiás, sob acusação de agressão e ameça na última quinta-feira (22). 

Leia também

Segundo a PM, uma pessoa o denunciou por suspeita de agressão e ameaça a uma mulher e ao irmão. Quando foi abordado, ele estaria alterado e agressivo, xingando e desacatando os militares.

O homem foi levado para uma unidade de saúde para passar pelo exame de corpo de delito. Rosária, então, que havia presenciado o momento da prisão, foi atrás. 

Para evitar um abuso de autoridade, a mãe passou a filmar a ação com um celular. Segundo ela contou ao G1, o filho teria sido agredido pelo agente que efetuava a prisão mesmo já estando algemado. 

"O trabalho dele é prender e levar, não é espancar na frente de uma mãe”, disse Rosária ao jornal.

O policial, então, diz que iria prender o homem por desacato e também a técnica de enfermagem. Há vídeos que mostram que o homem que foi preso estava exaltado e a família tentava controlá-lo.

Foi nesse momento que o agente avança para cima da mulher para tentar tomar o celular. Um tumulto começa e o filho, algemado e sentado em uma cadeira, começa a pedir para o PM não bater na mãe dele.

PM quebrou o óculos da mulher e celular foi apreendido

De acordo com o G1, o celular foi apreendido. Rosária afirmou que o policial havia a xingado e cuspido nela antes de tomar o aparelho

“Meu outro filho gravou tudo isso. Ele tomou meu celular e quebrou meus óculos. Antes, ele já tinha me xingado e cuspido na minha cara”, afirmou Rosária, referindo-se ao outro filho que também estava no local e gravou as imagens.

Segundo a Polícia Militar, os familiares tentaram impedir a ação da equipe e insultaram os policiais. Foi aberto uma sindicância para apurar os fatos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos