Mulher é espancada e tem orelha arrancada pelo filho e a nora na BA

Mulher foi espancada pelo filho e a nora na Bahia - Foto: Alberto Maraux/SSP-BA
Mulher foi espancada pelo filho e a nora na Bahia - Foto: Alberto Maraux/SSP-BA
  • Mulher foi espancada pelo próprio filho e pela nora quando andava na cidade de Pedrão, na Bahia

  • Vítima teve a orelha arrancada por uma mordida da mulher

  • Segundo ela, filho a agredia por seus conselhos para que ele largasse as drogas

Uma mulher de 40 anos foi brutalmente atacada pelo próprio filho e a nora no último sábado (27), na cidade de Pedrão, na Bahia. Como resultado, ela teve a orelha esquerda arrancada.

Maria de Fátima Alves relatou o caso ao g1. Segundo a vítima, o espancamento aconteceu porque ela tentou aconselhar o filho sobre o uso de drogas.

A mulher contou que o comportamento do jovem mudou bastante após o início do relacionamento com a nora. O casal é usuário de drogas e já havia a agredido em duas oportunidades.

Maria registrou ambos os casos na delegacia e conseguiu uma medida protetiva. Ainda segundo a vítima, o episódio do fim de semana aconteceu após ser surpreendida na rua.

“Ele não podia chegar perto de mim, porque eu já tinha medida protetiva. Ele mora na casa dela, é separado de mim. Eu estava passando na rua, quando eles me viram. Estavam de moto. Aí ela falou assim: ‘mete a moto em cima dessa desgraçada’. Aí eles começaram a me agredir", contou ao g1.

"Meu filho me pegou pelo braço, eu nem tive reação. Aí ele deu um murro no meu olho. Ela mordeu minha orelha e arrancou. Eu estou sofrendo muito. Perder uma orelha assim... por que não foi acidente, ela arrancou no dente."

Vítima foi socorrida

Moradores da região que presenciaram o ataque socorreram Maria e a levaram a um hospital. A vítima não precisou de cirurgia, mas ficou sem um pedaço da orelha e relatou que "quase perdeu a audição". Ela formalizou boletim de ocorrência na última segunda-feira (29), após receber alta.

O filho - o mais velho dos sete de Maria - foi preso em flagrante no sábado, por lesão corporal dolosa e violência doméstica e familiar, e continua detido. A mulher dele, porém, conseguiu escapar e segue foragida.