Mulher é estuprada, torturada e mantida em cárcere privado por casal em MG

Casal que mantinha mulher estuprada e em cárcere privado foi preso - Foto: Getty Images
Casal que mantinha mulher estuprada e em cárcere privado foi preso - Foto: Getty Images
  • Mulher foi estuprada, torturada e mantida em cárcere privado em Contagem

  • Responsável pelo crime, casal foi preso pela polícia no último domingo

  • Trio se conheceu após irem ao mesmo local para usar drogas

Uma mulher de 26 anos foi resgatada no último domingo (25), após ser estuprada, agredida e mantida em cárcere privado por um casal na cidade de Contagem, em Minas Gerais.

A Polícia Militar explicou, de acordo com o g1, que a vítima foi encontrada sem roupa, amordaçada e acorrentada no bairro Industrial.

Mesmo debilitada, com sinais de agressão e com a mobilidade comprometida por conta da corrente e da mordaça, a mulher conseguiu escapar e pedir socorro a vizinhos, que acionaram a polícia.

Os agentes localizaram a vítima e precisaram usar um alicate para libertá-la das correntes. Segundo a PM, os responsáveis pelo crime são um homem de 45 anos e sua esposa, de 44, que foram presos.

Entenda o crime

A corporação explicou que o casal havia ido à Pedreira Prado Lopes, em Belo Horizonte, para comprar drogas no sábado (24). Lá, conheceu a vítima, que aceitou o convite para ir usar os entorpecentes na casa dos suspeitos.

Quando as drogas acabaram, o trio saiu para comprar mais na Vila Cabana, também na capital mineira. Após os envolvidos voltarem à residência, porém, o casal deu início às agressões.

Foram horas de espancamento, tortura e estupros, até a madrugada. A vítima, com o rosto enrolado por fita adesiva e amordaçada, percebeu que os criminosos haviam se afastado por um momento, retirou o capuz que estava sobre seu rosto e saiu correndo, chamando a atenção dos vizinhos.

A polícia prendeu o casal e percebeu a presença de outras duas pessoas na casa: um jovem de 18 anos, filho do homem, e um adolescente de 13, filho da mulher. Segundo o boletim de ocorrência, eles estavam no andar superior da casa e não perceberam a movimentação.

A vítima foi levada ao Hospital Municipal de Contagem, está em observação e deve ter alta nesta segunda-feira (26). Já o menor encontrado na casa foi entregue a um padrinho.