Mulher é investigada por ofensa racial contra funcionária de loja: "Neguinha escrava"

Ofensa racial aconteceu em loja na Bahia - Foto: Reprodução/Redes Sociais
Ofensa racial aconteceu em loja na Bahia - Foto: Reprodução/Redes Sociais
  • Mulher foi flagrada por testemunhas cometendo ofensa racial contra funcionária de loja

  • O vídeo mostra a trabalhadora sendo chamada de "neguinha escrava"

  • A responsável pelas ofensas foi identificada e está sendo investigada

Uma mulher está sendo investigada pela Polícia Civil da Bahia após ofender racialmente uma funcionária de uma loja de departamentos em Tucano, a 252 km de Salvador.

Imagens gravadas por uma testemunha mostram o momento do crime. A cliente discute com a trabalhadora, até chamá-la de "neguinha escrava".

"Se enxerga, se enxerga! Se coloque no seu lugar, malandra, antes de olhar para mim!", diz, antes de ser chamada de "louca" pela trabalhadora.

"Louca? Eu te processo antes de você me processar por te chamar de 'neguinha'. Você me chamou de louca, eu te chamo de 'neguinha escrava'. Coloque-se no seu lugar, vai fazer seu serviço, neguinha. Me processe!", completa.

Polícia investiga o crime

A Polícia Civil explicou ao g1 que o caso aconteceu no último dia 26, mas viralizou após a divulgação das imagens na última quinta-feira (1º).

Ainda de acordo com a corporação, a mulher investigada já foi identificada, e as câmeras de segurança da loja foram recolhidas para auxiliar na investigação.