Mulher é morta em tentativa de assalto a joalheria em Fortaleza

·2 minuto de leitura
Tentativa de assalto a uma joalheria em um shopping de Fortaleza
Tentativa de assalto a uma joalheria em um shopping de Fortaleza
  • Uma pessoa morreu baleada durante uma tentativa de assalto a uma joalheria em Fortaleza

  • A vítima era funcionária do estabelecimento, localizado dentro de um shopping na capital cearense

  • A mulher teria tentado evitar a entrada dos ladrões, mas foi atingida nas costas

Uma mulher morreu baleada dentro do shopping Iguatemi, em Fortaleza. A vítima era funcionária da joalheria alvo de uma tentativa de assalto, na última sexta-feira (20). Segundo reportagem do portal UOL, a equipe de primeiros socorros chegou a atender a mulher, mas ela não resistiu.

Em áudio divulgado nas redes sociais pelo jornal Tribuna do Ceará, um socorrista que participou da ocorrência contou que todos na loja foram rendidos.

Leia também:

Quando os assaltantes saíram, a funcionária teria apertado o botão de acionamento da porta automática da loja para evitar que eles retornassem ao local e acabou atingida nas costas.

O marido da vítima acompanhou a ação da polícia no local. Em nota ao portal UOL, o shopping informou que o incidente ocorreu no interior do empreendimento e que determinou o fechamento antes do horário tradicional.

"O shopping lamenta o fato e realizará todos os esforços para apurar as circunstâncias do ocorrido o mais rápido possível", informou o estabelecimento.

Imagens do momento do tiro publicadas nas redes sociais mostram os frequentadores tentando fugir do local. Em diversos registros, é possível ver crianças assustadas e bastante choro.

A SSPDS-CE (Secretária de Segurança Pública e Defesa Social do Ceará) informou ao portal UOL que as Polícias Civil e Militar do Estado do Ceará realizam diligências para identificar e capturar os envolvidos no latrocínio dentro do shopping no bairro Edson Queiroz, em Fortaleza.

A investigação busca os dois homens armados que entraram no local e renderam as funcionárias da joalheria. A pasta também convoca a população para que realizem denúncias que levem à rápida solução do crime.

As denúncias podem ser feitas anonimamente pelos telefones (85) 3257-4807 e (85) 3101-0181, pelo WhatsApp encaminhado para os mesmos números e pelo 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos