Mulher é perseguida e agredida na porta de casa após suposto acidente de carro no DF

Mulher foi agredida no portão de casa - Foto: Reprodução
Mulher foi agredida no portão de casa - Foto: Reprodução
  • Mulher foi perseguida e agredida por homem que a acusou de bater no carro da esposa dele

  • A vítima negou que tivesse se envolvido em qualquer acidente e mostrou seu veículo sem marcas

  • O rapaz bateu a mulher contra o portão da casa e a deixou com ferimentos nos braços e nas mãos

Uma mulher foi agredida no portão da própria casa em Taguatinga, no Distrito Federal, na última quarta-feira (29), por um homem que a acusou de envolvimento em um acidente de trânsito.

De acordo com informações do G1, a vítima havia acabado de chegar em casa após deixar a filha na escola, quando foi surpreendida por um rapaz no portão.

O homem estava nervoso e acusava a mulher de ter “encostado” o veículo no carro da esposa dele.

A vítima insistiu que não havia se envolvido em nenhum acidente e chegou a mostrar o carro, estacionado na garagem, para provar que não tinha nenhuma marca de batida.

"Eu falei: 'Moço, como é que eu bati no seu carro? Se eu tivesse batido, eu teria percebido'", relatou à TV Globo.

A argumentação da mulher enfureceu ainda mais o homem, que deu início às agressões, flagradas por uma câmera de segurança de uma casa vizinha.

As imagens mostram o rapaz segurando a vítima pela roupa e a puxando repetidas vezes, para que ela se chocasse contra o portão.

Mulher registra caso

A mulher terminou com ferimentos nos braços e nas mãos e teve as roupas rasgadas. Ela registrou boletim de ocorrência na 12ª DP (Taguatinga) e passou por exames no Instituto Médico Legal (IML).

"Se eu tivesse aberto o portão para ele, estaria muito mais machucada. Estou toda machucada das grades aqui do portão, da violência que ele me puxou e sacudiu. Até quebrou o ímã do portão, de tanto que ele sacudiu e de tanta força que ele fez", comentou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos