Mulher é presa pela segunda vez em duas semanas por atuar como "falsa dentista"

·2 minuto de leitura
Vanessa atuava como falsa dentista - Foto: Reprodução
Vanessa atuava como falsa dentista - Foto: Reprodução
  • Vanessa foi presa na última quinta-feira por exercer a profissão de dentista sem diploma

  • A mulher já havia sido detida pelo mesmo motivo há duas semanas

  • Ela pode ser presa por até dois anos e multada

Uma mulher voltou a ser presa na última quinta-feira no Centro-Oeste por atuar como “falsa dentista”. Ela exercia a profissão sem diploma de odontologia. As informações são do portal Metrópoles.

Vanessa Pureza Lopes havia sido detida pelo delito no último dia 11, em Águas Claras, no Distrito Federal. Desta vez, a mulher foi presa quando atuava em uma clínica odontológica em Ouro Verde, Goiás.

Leia também:

Policiais da 18ª DP seguiram Vanessa até a clínica Medcenter, estabelecimento que tinha a acusada como sócia. Lá, a falsa dentista se preparava para realizar a extração do dente de uma mulher de 42 anos.

Ao ser confrontada pelos agentes, Vanessa tentou justificar e negou que estivesse exercendo odontologia. Ela afirmou que apenas fazia um exercício de avaliação. Mas diante das evidências, silenciou-se e foi conduzida até a delegacia de Águas Lindas.

Vanessa foi autuada em flagrante e responderá, novamente, pelo crime de exercício ilegal da profissão.

Vanessa compareceu à formatura, apesar de ter trancado o curso - Foto: Reprodução
Vanessa compareceu à formatura, apesar de ter trancado o curso - Foto: Reprodução

No último dia 11, a mulher já havia sido detida em flagrante após a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) receber denúncia do Conselho Regional de Odontologia, que apontou que uma das profissionais de uma clínica em Águas Claras atuava mesmo sem diploma.

Tratava-se de Vanessa, que se apresentava como cirurgiã-dentista e atuava no local há pelo menos uma semana. Na época, ela admitiu o delito e explicou que inventou seu registro no conselho. A mulher foi levada à 21ª DP para registro da ocorrência.

Vanessa trancou curso de odontologia

Vanessa cursou odontologia até o sétimo semestre, antes de trancar o curso. Apesar disso, ela compareceu na formatura e posou para fotos como se estivesse graduada. Segundo colegas, a jovem reprovou na disciplina de prótese, uma das áreas em que vinha atuando.

Se for considerada culpada, Vanessa pode ser condenada a até dois anos de prisão, além de pagar uma multa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos