Mulher é presa por abusar de sobrinha de 11 anos; suspeita diz que foi “seduzida”

·1 minuto de leitura
Caso aconteceu em Rubiataba-GO - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
Caso aconteceu em Rubiataba-GO - Foto: Reprodução/TV Anhanguera
  • Mulher foi presa suspeita de abusar sexualmente da sobrinha, de 11 anos

  • Garota foi violentada ao passar uns dias na casa da tia, que estava adoentada

  • A mulher afirmou que a jovem a seduziu e negou que tenha cometido o abuso

Uma mulher foi presa na cidade de Rubiataba, interior de Goiás, por abusar sexualmente da própria sobrinha, de apenas 11 anos. O caso aconteceu na semana passada e foi relatado pelo G1 nesta quinta-feira.

A garota passava alguns dias na casa da tia, que estava com problemas de saúde, para ajudá-la nas tarefas domésticas. Segundo o delegado responsável pelo caso, o crime aconteceu de forma violenta.

Leia também

"A sobrinha foi ficar na casa da tia porque ela está meio adoentada, para acompanhar. À noite, quando a menina saiu do banho enrolada na toalha, a mulher saltou sobre ela, arrancou a toalha, a jogou na cama e praticou o abuso de forma violenta", relatou Carlos Caetano Júnior.

Em depoimento, a mulher de 50 anos negou que tenha cometido abuso e afirmou que a garota havia tirado a toalha para lhe seduzir.

Vítima ficou intimidada

A jovem só relatou o ocorrido 15 dias depois de voltar para a própria residência. Carlos Caetano relatou que ela “ficou intimidada por se tratar de uma tia”.

A menina procurou o Conselho Tutelar com a mãe e foi encaminhada a uma delegacia para registrar o boletim de ocorrência. A tia foi detida e continua presa. Se for considerada culpada, pode pegar até 15 anos de prisão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos