Mulher de 'Faraó dos Bitcoins' divulga vídeo com desabafo e diz que tem 'muitas coisas para falar'

Mirelis Yoseline Diaz Zerpa, de 38 anos, mulher de Glaidson Acácio dos Santos, o "Faraó dos Bitcoins", divulgou nesta segunda-feira, dia 4, um vídeo em que fala pela primeira vez sobre sua vida desde a operação Kryptos, deflagrada em 25 de agosto de 2021 pela Polícia Federal, que levou à prisão de Glaidson e tinha por objetivo desmontar um esquema bilionário de fraudes envolvendo criptomoedas. Mirelis publicou o vídeo de 27 minutos, em tom de desabafo, em seu canal no YouTube.

Lista: Credores do 'Faraó dos Bitcoins' se cadastram para cobrar R$ 4,4 bilhões da GAS Consultoria

Morta pela irmã policial: O que aconteceu nas horas que antecederam o homicídio

O vídeo, gravado em espanhol e com legendas em português, foi postado com o título "Muito prazer!! Sou Mirelis Diaz" na noite desta segunda. O canal, aberto no mesmo dia da primeira postagem, chegou a quase mil inscritos em cerca de uma hora. Sem maquiagem, com os cabelos presos ("um pouco sujos, oleosos", diz ela no vídeo) e usando óculos, Mirelis não revela onde está — há contra ela um mandado de prisão em aberto — e diz logo no início da gravação que não está acostumada a gravar vídeos:

— Sou uma pessoa que sempre quis ser anônima. Estou vivendo uma injustiça que nunca imaginei que viveria na minha vida.

Ela conta que começou a escrever um livro, que no momento tem apenas duas páginas prontas. Em seguida, lê o que escreveu, um resumo de sua vida e personalidade. Em determinado ponto, diz que em grande parte da vida se deixou "levar pelo que vão dizer". "Mas não mais", completa:

— Eu tenho que sair desse buraco, tenho de pensar por mim mesma e tomar decisões por mim mesma.

Em outro ponto, ela diz que se "deixa levar pela confiança" e que é um grande erro, porque "a sociedade se aproveita disso":

— Confio muito nas pessoas. Posso conhecer uma pessoa pela primeira vez e já abro meu coração para essa pessoa. Dou a senha da minha conta bancária, meu carro.

Ainda lendo o que escreveu, ela afirma que está muito nervosa e assustada porque "agora é hora de abrir a caixa de Pandora". Após ler o texto, Mirelis se emociona e começa a chorar a falar da fé em Deus e em sua família.

— Não sei se amanhã vou gravar de novo, não sei se vou colocar a cara de novo e falar do que está acontecendo. Mas eu preciso falar, desabafar, falar sobre muitas coisas. E eu acho que isso vai ser como uma terapia — diz ela. — Existe um Deus lá em cima e ele faz justiça. Tudo o que está escondido vem à tona.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos